Manchetes

Cecon
Paam

Gate

Secretaria de Segurança Pública

Rope

Cecon

Notícias Recentes

Cerca de 400 agentes de segurança garantem a segurança do Boca da Noite

A atração cultural Boca da Noite finalizou a programação festiva do Mossoró Cidade Junina em grande estilo. No quesito segurança não foi diferente, isso porque mais de 400 agentes de segurança atuaram do início do Boca da Noite até o fim da festa no Corredor Cultural, deixando a população mossoroense e os turistas que se dirigiram à cidade com mais segurança e liberdade para aproveitar a noite de 30 de junho.
Pelo Município, todas as forças de segurança estavam envolvidas na festa dando suporte às atividades de fiscalização, apoio e garantia da tranquilidade dos foliões do evento, como a Guarda Civil Municipal e Agentes de Trânsito Municipal e segurança privada. A média de profissionais que atuou durante os dias de festas do mês de junho variou entre 350 a 500 agentes. Também auxiliaram as atividades a Policia Militar, Polícia Civil, Distrito de Polícia Rodoviária Estadual, Corpo de Bombeiros Militar, além de brigadistas que desempenharam o trabalho nos camarotes privados.
Outro ponto forte da edição deste ano do Mossoró Cidade Junina foi ampliação do videomonitoramento, que passa mais que uma simples sensação de segurança, ajudando na diminuição do número de ocorrências e no trabalho dos agentes. “Em relação às edições anteriores, o número de ocorrências caiu consideravelmente porque o videomonitoramento é uma ferramenta preventiva porque possíveis ocorrências criminosas”, destacou o secretário de Segurança Municipal, Sócrates Vieira.
O videomonitoramento do Mossoró Cidade Junina contou com a assistência de 71 câmeras instaladas em pontos estratégicos. Só na Avenida Rio Branco foram 50 equipamentos funcionando, monitorados por uma Central instalada no Teatro Municipal Dix-Huit Rosado. Além das câmeras para o MCJ, a Secretaria de Segurança implantou mais 16 em diversas áreas da cidade. Com as cinco que já existiam, somam-se 21 equipamentos desse tipo permanentes, sendo, no total, 71 neste período.
No final do Boca da Noite a atuação dos agente foi intensificada com a Operação Rescaldo, que no momento da dispersão, onde todos estão voltando para suas casas, potencializou o patrulhamento com as viaturas da Guarda Municipal, Polícia Militar e Polícia de Trânsito com as blitzes.  “Estamos trabalhando para que todos cheguem bem em suas residências”, afirma Sócrates Viera.
SECOM

Videomonitoramento conta com 71 câmeras instaladas em pontos estratégicos

A Secretaria Municipal de Segurança Pública, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito coordena o trabalho de videomonitoramento no Corredor Cultural, além de pontos estratégicos da cidade. Só na Avenida Rio Branco são 50 equipamentos instalados para o Mossoró Cidade Junina e monitorados por uma Central instalada no Teatro Municipal Dix Huit Rosado.
As câmeras permitem a identificação de ocorrências e toda a visualização do trecho da festa. “O maior benefício é a agilidade no atendimento das ocorrências, além de auxiliar na segurança pública e monitoramento do trânsito”, explica o secretário Sócrates Vieira.
O Mossoró Cidade Junina tem se destacado pela segurança. Apesar do grande público registrado no primeiro final de semana de shows na Estação das Artes Elizeu Ventania, não foram registradas ocorrências de maior gravidade.
Além das câmeras para o MCJ, a Secretaria de Segurança implantou mais 16 em diversas áreas da cidade. Com as cinco que já existiam, somam-se 21 equipamentos desse tipo permanentes, sendo, no total, 71 neste período.
O Plano de Segurança contempla a integração entre Guarda Civil Municipal, Polícia Militar, Distrito de Polícia Rodoviária Estadual, Polícia Civil, além de agentes de Trânsito e segurança privada.

Temporada 2018 da Estação das Artes encerra como a mais segura de todas as edições

Cerca de 500 agentes atuaram durante os shows na temporada 2018 da Estação das Artes Elizeu Ventania. A programação encerrou no último sábado (23) e, segundo as autoridades de segurança, foi considerada a mais tranquila de todas as edições, sem nenhum registro de ocorrência grave no interior da festa.
De acordo com informações da Secretaria Municipal de Segurança, o recorde de público com cerca de 100 mil pessoas foi registrado no primeiro final de semana de shows, especificamente no sábado, dia 09 de junho. “Mesmo com a grande quantidade de pessoas nesse dia, conseguimos prevenir ocorrências de maior gravidade, com a atuação ostensiva das forças de segurança na Estação das Artes”, explica Sócrates Vieira, secretário da pasta. De acordo com ele, a atuação a partir desse primeiro final de semana foi aprimorada para os demais dias de show, onde foram adotadas medidas de prevenção e intensificada a fiscalização.
Mais de 1 milhão de pessoas passaram pela Estação das Artes durante os festejos. Mesmo assim, os relatórios das autoridades contabilizaram apenas 4 registros de furtos de celulares na Estação. As revistas em toda a área de acesso à festa também apreenderam duas armas de fogo e drogas, quando os suspeitos foram autuados.
Outro reforço que garantiu shows tranquilos foi o trabalho de videomonitoramento. Apenas nesse período de Mossoró Cidade Junina foram instaladas 50 câmeras, monitoradas em uma Central de Comando instalada no Teatro Municipal Dix-Huit Rosado. A atuação ocorreu de forma integrada, facilitando a ação rápida dos agentes.

Trabalho de revista no Mossoró Cidade Junina segue intensificado


Visando garantir a segurança de quem comparece à Estação das Artes Elizeu Ventania para assistir aos shows, o trabalho de revista na entrada começa logo no início da noite. Quem não entra com cooler pode se dirigir a passagem principal. Já quem quer levar alguma bebida precisa ir para a entrada pela direita. São no mínimo quatro seguranças em cada entrada realizando a vistoria.
“Todo pessoal que vem é revistado. Revistamos inclusive o cooler. Prezamos sempre pela segurança de quem vai a festa. Se tiver algum objeto perfurante ou alguma droga é apreendida no local e chamamos a polícia”, destacou Alan David, um dos seguranças que realiza o trabalho.
Quem estiver na Estação e por acaso saia e queira voltar a festa é novamente revistado. “Se sair e quiser voltar é revistado novamente. Realizamos um trabalho minucioso para evitar problemas”, frisou Alan.
O trabalho de revista é uma das ações preventivas realizadas por agentes de segurança. O efetivo policial e de guardas municipais também está distribuído por todo o Corredor Cultural, na área da festa. A integração conta ainda com Polícia Civil e Distrito de Polícia Rodoviária Estadual.
“Aliado a isso, temos o videomonitoramento especialmente para o Mossoró Cidade Junina com 50 câmeras instaladas em pontos estratégicos. As imagens são acompanhadas através de uma Central  instalada no Teatro. Também temos o monitoramento permanente realizado na Central de Comando acompanhado por agentes de Trânsito e da Guarda”, informa Sócrates Vieira, secretário de Segurança.
A noite deste sábado teve início com o cantor André Luvi e segue com a cantora Joelma, sendo finalizada com Lagosta Bronzeada.

Videomonitoramento auxilia na identificação de ocorrências criminosas

O sistema de videomonitoramento do município já está funcionando em pontos estratégicos e centralizados, como no Alto de São Manoel e Avenida Diocesana. O software permite um trabalho integrado dos agentes de trânsito com os guardas municipais atuando de forma integrada, no chamado Centro Integrado de Operações de Trânsito e Segurança Pública (CIOTS).
A Prefeitura dispõe hoje de 21 câmeras, sempre com 4 agentes (2 GCM e dois de trânsito) no monitoramento na central.
Um exemplo de como o videomonitoramento vem contribuindo para o trabalho da segurança ocorreu na madrugada desta quinta (07), quando o sistema registrou um flagrante de furto a um estabelecimento comercial.
“Na ocasião o operador de vídeo monitoramento de plantão na central detectou a atitude suspeita. Assim, começou a monitorá-lo passo a passo. Duas viaturas da Guarda Civil Municipal foram acionadas de imediato. Chegando ao local detiveram dois suspeitos portando equipamentos eletrônicos que haviam sido furtados de uma loja de equipamentos de informática. Isso mostra o quanto esse sistema vem para nos ajudar”, explicou Diego Fernandes, coordenador da Central.
De acordo com o secretário de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito, Coronel Sócrates Vieira, experiências exitosas em várias cidades do país mostram que o videomonitoramento é ferramenta fundamental no trabalho de prevenção e identificação de ocorrências criminosas. “As câmeras facilitam o trabalho da segurança pública, também permitindo o rápido acionamento e identificação de possíveis práticas criminosas. As câmeras estão instaladas em vários pontos da cidade e monitoradas pela Guarda Civil e agentes de Trânsito”, informa.
Achados e Perdidos

Sobre a GCM Mossoró

A Guarda Civil Municipal de Mossoró conta com 278 profissionais, treinados e capacitados para resguardar a segurança do cidadão mossoroense.  Sempre com a preocupação de mostrarmos para a população que somos uma Guarda Cidadã e que estamos nas ruas para lutarmos por um mundo mais justo, desde a proteção dos bens patrimoniais, até a segurança do cidadão.  Conte conosco. Ligue 153




Nuvens de Tags