Manchetes

Guarda Civil de Mossoró dá apoio a um acidente que aconteceu na Avenida Leste-Oeste

Motorista_colide_carro_contra_poste
Por volta das 14h30 de ontem, o motorista Amaro Crispim, 45 anos, residente na rua Nelson Oliveira, no conjunto Vingt Rosado, colidiu seu veículo contra um poste de alta tensão na avenida Leste-Oeste ao tentar realizar uma ultrapassagem perigosa. Uma mulher identificada como Jeanis da Silva Batista, 36, esposa do condutor, ficou presa às ferragens e teve de ser removida pelo Corpo de Bombeiros e socorrida pelo Samu para o Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), onde permanece internada. 
Segundo informações repassadas pela Polícia de Trânsito, Amaro e Jeanis retornavam do Centro para a residência do casal quando na altura do Colégio Padrão, tentou ultrapassar um caminhão-pipa, pelo acostamento, momento em que houve um choque entre os veículos, ocasionando o descontrole do Corsa Classic, de cor preta e placa NNN-1604, que bateu contra a lateral do poste.
Na oportunidade, o poste quebrou e arriou por cima do veículo, prendendo a perna da mulher, impossibilitando a retirada da vítima. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada ao local do acidente, que teve de cortar o teto do carro para retirar a vítima.
A operação montada para remover a mulher das ferragens do veículo durou mais de uma hora e contou, além da participação dos Bombeiros e do Samu, da Polícia Militar, Guarda Civil Municipal e profissionais da Cosern, que usaram dois caminhões mulks para sustentar e desligar os fios do poste.
O sargento Da Silva, do Corpo de Bombeiros, explicou que a operação para retirar a mulher das ferragens foi demorada devido a uma série de fatores que impediram o trabalho da equipe.
"Quando chegamos ao local, encontramos dois fatores graves que dificultaram nosso trabalho. Primeiro, tivemos que esperar a chegada da Cosern, para desligar os fios e sustentar o poste, que ameaçava terminar de cair. Em seguida, passamos a avaliar os riscos que a vítima presa poderia correr. Por isso tivemos que cortar o veículo e retirá-la com toda segurança", disse Da Silva.
Depois que a vítima foi liberta das ferragens, uma equipe do Samu realizou uma avaliação da mulher ainda na pista e em seguida a conduziu para o HRTM. De acordo com os médicos do Samu, Jeanis Batista, durante todo o tempo em que ficou presa às ferragens, estava consciente, apesar da gravidade do acidente. Aparentemente nenhuma fratura foi encontrada na mulher, que apresentava um corte na cabeça, que ocasionou um sangramento. 

Curiosos

Uma das maiores dificuldades encontradas pelas equipes socorristas foi o grande número de curiosos no local do acidente, que a todo momento eram atrapalhadas pelas pessoas.

O trânsito teve de ser controlado nas duas extremidades da pista, até que todo o trabalho fosse concluído.
Fonte: Jornal O Mossoroense

Sobre a Guarda Civil

A Guarda Civil Municipal de Mossoró conta com 278 profissionais, treinados e capacitados para resguardar a segurança do cidadão mossoroense.  Sempre com a preocupação de mostrarmos para a população que somos uma Guarda Cidadã e que estamos nas ruas para lutarmos por um mundo mais justo, desde a proteção dos bens patrimoniais, até a segurança do cidadão.  Conte conosco. Ligue 153




Nuvens de Tags