Manchetes

Socorristas da Guarda Municipal de Aracati podem parar atividades

Os socorristas do grupamento de resgate da guarda municipal de Aracati que trabalham em turno de 24hs estão numa situação delicada e até constrangedora. Três meses atrás eles tinham direito a almoço diário, mas a prefeitura municipal além de tirar esse direito, os bravios socorristas que tem prestado um excelente serviço nessa atual administração ainda perderam a folga para o almoço, pois os socorristas se desejarem  almoçar receberam como “sugestão” passarem em casa, pegar uma quentinha e almoçar na sede da Guarda Municipal. CONTINUE LENDO
Aconteceu um episódio em que uma senhora passou mal no fórum da comarca de Aracati, a Juíza pediu pra acionar os socorristas do município, mas a ambulância estava na oficina mecânica para conserto que segundo o denunciante que prefere não ser identificado garante que “toda semana é assim quem quiser ver basta passar em frente a uma oficina que fica em frente ao prédio do SESI”.

Um agente do grupo de resgate denunciou a situação do descaso ao Ministério Público e como represália o socorrista foi afastado de suas funções. O MP ao tomar conhecimento do fato recomendou ao município reintegrá-lo  imediatamente ao exercício de suas funções entendendo que a atitude de perseguição iria comprometer o serviço prestado à população.
Os agentes do grupamento de resgate municipal não possuem direitos ao adicional de insalubridade e por estarem com o salário em atraso decidirão em reunião marcada para esta quarta-feira (24)  se paralisarão suas atividades.
Fonte: Aracati em Foco

Sobre a Guarda Civil

A Guarda Civil Municipal de Mossoró conta com 278 profissionais, treinados e capacitados para resguardar a segurança do cidadão mossoroense.  Sempre com a preocupação de mostrarmos para a população que somos uma Guarda Cidadã e que estamos nas ruas para lutarmos por um mundo mais justo, desde a proteção dos bens patrimoniais, até a segurança do cidadão.  Conte conosco. Ligue 153




Nuvens de Tags