Manchetes

Projeto Semente Cidadã da Guarda Municipal de Natal é destaque em reportagem da Tribuna do Norte

Samuel Farias conquistou a medalha de prata da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep)
O projeto Semente Cidadã hoje atende a 120 crianças e adolescentes entre 10 e 18 anos de idade. Com sede no ginásio Nélio Dias, o programa existe há quatro anos e surgiu a partir do curso de Polícia Comunitária realizado pelos guardas municipais da cidade, promovido pelo Ministério da Justiça e Secretaria Nacional de Segurança Pública.

Em tempos de questionamentos sobre a eficiência do ensino básico na rede pública, o estudante Samuel Farias (15 anos) fez das dificuldades sua motivação para ultrapassar limites. Este ano, ele conquistou a medalha de prata da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), dando orgulho à familiares, amigos e ao projeto que faz parte, o Semente Cidadã - programa da Guarda Municipal de Natal que trabalha com crianças e adolescentes os apoiando e direcionando na caminhada da formação cidadã. O estudante agora vai ajudar a outros no ensino da matemática.

O garoto alto, tímido, mas bem articulado nas palavras, sabe bem o que quer: ampliar conhecimentos. O bom desenvolvimento escolar sempre foi uma preocupação pertinente para ele. Nunca estudou em escolas referenciais da cidade, mas nunca fez questão também. A preferência foi para escolas próximas a sua casa, no bairro de Nova Natal.

Logo cedo, Samuel lidou com sua primeira dificuldade para o crescimento pessoal, ainda tão juvenil. Pelos altos índices de ausência de professores nas escolas do bairro, ele precisou se matricular numa unidade mais distante, na Escola Estadual Tiradentes, zona leste da cidade. “O mais difícil foi a mobilidade, como era do outro lado da cidade, se tornava cansativo”, expõe. As viagens de quase uma hora de sua casa à escola trouxeram uma descoberta recompensadora.
Ele foi apresentado ao que seria seu desafio e orgulhosa conquista, a possibilidade de participar, a Olimpíada de Matemática. “Até então minha única ligação com a matemática era a escola. Foi quando eu comecei a estudar especificamente para fazer a prova”, relata.

No primeiro ano de tentativa, 2010, quando Samuel cursava o 7° ano, uma confusão com as datas de prova, o fizeram perder a competição. Apenas dois anos depois, em 2013, ele retornou a competir e conquistou a medalha de prata da Obmep. Junto a Samuel, mais seis estudantes de escola pública ganharam esta medalha. A aplicação no estudo rendeu mais surpresas para Samuel. Ele ganhou uma bolsa de estudo no curso preparatório para o IFRN e uma bolsa de pesquisa em matemática no Programa de Iniciação Científica, uma parceria da UFRN e a Obmep. E agora pretende garantir uma vaga no IFRN.

“Ele sempre foi muito esforçado, desde criança se destaca. No começo do ano ele estava desanimado, mas o projeto ajudou a incentiva-lo”, jubila a mãe do garoto, Jucielma Borges de Farias, 30, vendedora. Ao início do ano, ele foi chamado para participar do Projeto Semente Cidadã, onde reencontrou seu antigo professor de matemática,  de quase cinco anos atrás. O inesperado chegou em bom tempo. Apesar de um interesse inicial pelas aulas de futebol, com as  palestras, ele passou a valorizar também o ensino de valores da vida e exercício da cidadania.

O guarda municipal, Sérgio Teixeira, foi professor de Samuel e ficou contente em reencontra-lo e descobrir as conquistas do antigo aluno em sua disciplina. “Percebíamos o desenvolvimento dele na matemática, tinha um Q.I. avançado. Uma fácil abstração do conteúdo  e raciocínio lógico”, conta. Agora, professor e aluno estarão juntos em sala, agora de frente para as cadeiras. Pelo seu bom desempenho, Samuel foi convidado a ser monitor de matemática no suporte educacional do Projeto, e pretende, com seu exemplo, motivar a outros jovens a elevar degraus na sociedade. 

“Semente Cidadão” atende 120 crianças em Natal 

O projeto Semente Cidadã hoje atende a 120 crianças e adolescentes entre 10 e 18 anos de idade. Com sede no ginásio Nélio Dias, o programa existe há quatro anos e surgiu a partir do curso de Polícia Comunitária realizado pelos guardas municipais da cidade, promovido pelo Ministério da Justiça e Secretaria Nacional de Segurança Pública.

Atualmente, são promovidas atividades esportivas, de Futsal e Volêi, iniciação musical com instrumentos e suporte educacional em matemática e física. Para o próximo ano a coordenação pretende ampliar o projeto para atender 400 pessoas criando uma banda marcial e ainda oferecendo cursos preparatórios para o IFRN, ENEM e concursos. Neste ano o projeto recebeu incentivos da prefeitura com um carro e uma van, para apoio do projeto.

Hertes Borges, coordenador do projeto, ressalta a importância do relacionamento da categoria policial com a comunidade. “O projeto mostra a necessidade de agentes de segurança se integrarem com a comunidade”, afirma, exibindo com orgulho o reconhecimento federal pelo projeto. O Semente Cidadã é diplomado com mérito pela valorização da vida.


Fonte: Tribuna do Norte

Sobre a Guarda Civil

A Guarda Civil Municipal de Mossoró conta com 278 profissionais, treinados e capacitados para resguardar a segurança do cidadão mossoroense.  Sempre com a preocupação de mostrarmos para a população que somos uma Guarda Cidadã e que estamos nas ruas para lutarmos por um mundo mais justo, desde a proteção dos bens patrimoniais, até a segurança do cidadão.  Conte conosco. Ligue 153




Nuvens de Tags