Manchetes

Guarda Civil Municipal de Mossoró mantém greve iniciada em novembro de 2013

Ficou para a próxima semana a possibilidade de fim da greve da Guarda Civil Municipal de Mossoró. A categoria está de braços cruzados desde o dia 21 de novembro reivindicando a implementação, na íntegra, do seu Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS).
Uma nova audiência entre prefeitura e grevistas está prevista para a quarta-feira (15/01).
Antes, porém, na terça-feira (14/01), integrantes da equipe econômica do Município vão sentar para discutir a construção de uma contraproposta a ser apresentada no encontro do dia seguinte. Os guardas lutam por um salário-base de R$ 1.025,00 para 30 horas.
A jornada atual da categoria é de 40 horas. Para manter a atual jornada, eles pleiteiam salário-base de R$ 1.300,00. Como a prefeitura não apresentou uma contraproposta pelo menos próxima ao que os guardas reivindicam, a categoria decidiu entrar em greve.
Cláudia Regina
Foi a segunda vez que os Guardas Civis entraram em greve em menos de um ano de governo da prefeita cassada e afastada Cláudia Regina (DEM).
A primeira foi no dia 31 de julho, oportunidade em que várias reivindicações feitas pela categoria foram negadas pela prefeitura. Para que a paralisação tivesse fim, o Executivo se comprometeu a atender alguns dos pedidos.
No entanto, passados alguns meses, a prefeitura começou a descumprir o acordo, desrespeitando, por exemplo, o estabelecimento da jornada de trabalho em dupla, uma das condições aceitas pela administração para que os guardas pusessem para fim à greve. Depois, passou a desrespeitar o PCCS, por isso que a categoria está em greve desde 21 de novembro.
Com informações do Sindicato dos Servidores do Município (SINDISERPUM).
Fonte: Blog do Carlos Santos

Sobre a Guarda Civil

A Guarda Civil Municipal de Mossoró conta com 278 profissionais, treinados e capacitados para resguardar a segurança do cidadão mossoroense.  Sempre com a preocupação de mostrarmos para a população que somos uma Guarda Cidadã e que estamos nas ruas para lutarmos por um mundo mais justo, desde a proteção dos bens patrimoniais, até a segurança do cidadão.  Conte conosco. Ligue 153




Nuvens de Tags